SILENCIADAS

ENSAIO E TEXTO: LUÍSA CARVALHO

É frequente a queixa de mulheres que frequentam a UFBA a respeito da vulnerabilidade a que seus corpos estão sujeitos no ambiente universitário: de textos em redes sociais a documentos formais levados à Ouvidoria. Entretanto, grande parte dessas reclamações, denúncias e gritos é ignorada. Suas queixas são menosprezadas. Suas vozes são silenciadas. Este ensaio mostra mulheres em locais considerados perigosos para muitas delas. As imagens foram feitas nos campi Ondina e Federação. Em alguns lugares fotografados há histórico de ocorrência de abuso, assédio e/ou violência.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *